Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Gentio do Ouro - Bahia e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Gentio do Ouro - Bahia
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social YouTube
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
30
30 ABR 2022
ADMINISTRAÇÃO
70 visualizações
NOTA OFICIAL SOBRE AS NEGOCIAÇÕES NO DIA 29/04/2022 COM O JURÍDICO DO SINDSERV.
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
NOTA OFICIAL SOBRE AS NEGOCIAÇÕES NO DIA 29/04/2022 COM O JURÍDICO DO SINDSERV.

NOTA OFICIAL SOBRE AS NEGOCIAÇÕES NO DIA 29/04/2022 COM O JURÍDICO DO SINDSERV.

Diante da tentativa do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público (Sindserv) em impor inesperada cláusula ao acordo para o reajuste do Magistério que ENGESSA a capacidade e a possibilidade da gestão em empreender o redimensionamento de pessoal, a Prefeitura de Gentio do Ouro esclarece a população que:

A proposta de acordo extrajudicial apresentado na quinta-feira pelo Sindserv, incluiu DE ÚLTIMA HORA a Cláusula Segunda que: IMPEDE A PREFEITURA DE PROMOVER A REDUÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO, BEM COMO A REMOÇÃO DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO QUE PARTICIPARAM DO MOVIMENTO GREVISTA E O REMANEJAMENTO DOS PROFESSORES AOS SEUS LOCAIS DE ORIGEM.

Desde o início das negociações, a Prefeitura deu TRANSPARÊNCIA A SITUAÇÃO FISCAL E FINANCEIRA do município E ASSUMIU O COMPROMISSO DE EFETUAR O REAJUSTAMENTO DE PESSOAL como uma das CONDIÇÕES FUNDAMENTAIS para a viabilização do aumento.

Em mais de uma oportunidade, na Câmara dos Vereadores, a então presidente do Sindserv concordou com a necessidade do redimensionamento de pessoal e enxugamento da folha como um dos fatores essenciais que permitiriam a promoção do reajuste salarial.

A acusação de perseguição aos grevistas além de leviana e apelativa, não se sustenta sob a luz de alguns casos que chamam a atenção da população, como:

* Profissionais contratados que estão ocupando o lugar de concursados;
* Profissionais que tem carga horária extra e diante da necessidade de ajuste salarial não seria possível que os mesmos mantenham as horas extras;
* Profissionais que são concursados em zona rural e ocupam cargos em zona urbana e teriam que retornar aos seus locais e concursos de origem;
* A necessidade de enxugamento da folha salarial de contratados para que seja possível financeiramente o município arcar com a porcentagem acordada.

A IMPOSIÇÃO desta cláusula por parte DO SINDSERV, que, AMEAÇA O ACORDO pelo Reajuste do Magistério lamentavelmente expõe ainda mais a politização a uma justa reivindicação dos Profissionais da Educação, tentando transformar os professores em massa de manobra em ano eleitoral para fins políticos e pessoais.
A Prefeitura de Gentio do Ouro mantém aberto o diálogo através do seu setor jurídico para que possamos conceder o reajuste acordado e por a fim a greve que tem prejudicado crianças e famílias em um ano letivo em que estamos tentando retornar à normalidade das suas vidas.

Gentio do Ouro, 30 de Abril de 2022.

ASCOM
Prefeitura de Gentio Do Ouro

Fonte: ASCOM
Autor: ASCOM
Local: Gentio do Ouro, Bahia
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia